julho 18, 2015

COMO É MORAR SEM OS PAIS EM OUTRO PAÍS

Muitas pessoas me perguntam isso todos os dias. Me falam que foi uma atitude insensata, idiota, enfim de tudo o que vocês podem imaginar. Eu não ligo pra nada disso e também não ligo de me perguntarem coisas relacionadas, percebo que muitas pessoas tem receio de me perguntar com medo de me ofender, pelo contrário, gosto de compartilhar minha experiência porque eu acredito que muitos querem fazer o mesmo e é por isso que estou compartilhando agora. 
Para começar para quem não sabe, vim do Japão há um ano e meio pra vir estudar no caloroso Brásel. No começo de tudo eu nem imaginava que as coisas tomariam esse rumo, quando decidi eu não sabia muito bem no que estava me metendo, sério isso! Fui só perceber depois que estava aqui, eu desconhecia de tudo, o que eu iria estudar, que profissão seguir, quem iria me acolher quando precisasse, como viver sem meu pai e a minha mãe... Quando cheguei aqui a primeira coisa que pensei foi "porra mano, foi o pior erro que cometi!". No começo é assim mesmo, você fica perdida sem rumo, chora sempre que fala com os seus pais e implora pra voltar pra eles e para os amigos. Noooossa, e os amigos? O que falar? Parece que o mundo desaba sem eles, como enfrentar a escola, o intervalo, as festas, as inimigas, mas pode acreditar que sempre vai ter alguém do seu lado. Essa parte da amizade foi/está sendo complicado, eu não consigo manter contato com todos, na maioria do tempo do meu dia fico no cursinho e o único tempo que sobra apenas tomo banho e durmo e nos finais de semana coloco as matérias em dia, teve um tempo que até parei de ligar para os meus pais por conta disso.
Uma coisa boa de tudo isso é que eu tenho uma família pra me apoiar, moro na casa dos meus tios, eles são bem de boa mesmo, mas a maioria das coisas de casa sou eu quem faço: arrumar meu quarto, lavar o banheiro, fazer compra do mês, fazer a janta, lavar minhas roupas, controlar o dinheiro, enfim, responsabilidade level hard, mas sempre soube que seria assim e acho que isso é mais que meu dever, então não reclamo nada disso, mas seria melhor se tivesse uma empregada né? HAHAHAHAHA Não foi difícil, qualquer um pode dar conta se tiver determinação e responsabilidade. Eu ainda pretendo morar sozinha, estou planejando isso para o ano que vem e espero dar certo, pretendo morar em outra cidade e ser mais independente. 
Vejo muitas pessoas que desejam estudar em outra cidade longe dos pais mas tem medo do que vai acontecer, eu tenho um conselho: faz o que você acha melhor, faz o que você quer se tiver condições claro! Não tenha medo, correr riscos faz parte, faz você crescer e faz você acreditar em si mesmo, é uma experiência incrível, mesmo que tenha que deixar as coisas que você mais ama para trás, a saudade vai ser a pior coisa que vai ser foda, principalmente das roupas lavadas, da comida da mãe e da corona do pai em qualquer hora RERERE Mas saiba que isso é temporário, tudo vai dar certo, acreditem por mim, experiência própria! Só não desistam nunca!


Nenhum comentário :

Postar um comentário